quarta-feira, 22 de junho de 2016

Quem sou?


Na plenitude do meu olho que vê
assentam-se a calma e a serenidade.
Contemplo-me...
Quem sou?

Paro e penso-me...

“ - Sou o que em versos me busca,
E nas estrofes me desvela.
Sou o que me procura
no poema que me inventa...”

Sinto-me.

Sou eu buscando-me em cada verso,
sou eu mesma desvelando-me em estrofes,
é a mim que vivo procurando

e em cada poesia, tua, minha, me encontrando.

Carmen Regina*

(imagem do Google)



Nenhum comentário: