sexta-feira, 1 de julho de 2016

POEMA FORTE



Um poema forte,
preciso,
como o vento 
que açoita as magnólias,
e levanta a minha alma
para ver 
a lança 
que atravessa a noite,
rasga o peito do poeta, 
tornando-o 
uma caixa de jóias 
de onde a Poesia retira
delicadamente 
um verso de esperança 
para o amigo da alma.


*Carmen Regina


Nenhum comentário: