terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Credo


foto by Rakesh Syal, site photo.net

Credo

Creio
em tua boca,
creio em teus lábios,
tuas mãos,
teu corpo,
creio em meus seios,
creio no teu desejo,
no olhar quente de paixão.

Creio no fogo,
na terra na água no céu
e nas estrelas
que queimam dentro da minha boca;
creio no canteiro de lírios,
e em tua voz aveludada e rouca.

Creio no martírio,
na dureza do aço,
na frieza do mármore,
e nos di amantes emergindo do carbono.
Creio que um belo dia o poeta hiberna,
Creio na poesia eterna.
Amem.


carmen

Um comentário:

Jaqueline disse...

amem!

queria poder me derramar em palavras.

beijos