terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Agora....



Queria fechar o dia
com o toque sutil de poesia.

Por tanto, espero.
Quem sabe ela vem, meu precioso bem...

Ó alma, que chega e me acalma...
De loba a quase fada, de repente, estou encantada,

Depois, sei não... me dirá o coração
quando chegar a hora.

Por ora quero tocar este presente
antes que se vá embora.

E que o presente me toque
e me leve no reboque de suas asas

de volta pra casa.


*Carmen Regina

Um comentário:

Sergio Bittencourt disse...

Quanto mais te leio mais "te quero ver...te quero verde novo..."