quinta-feira, 21 de abril de 2011

O poeta adormeceu ...









O Poeta adormeceu
mas a música que o embalou continua a tocar

doce mente.

A noite está fria, o vento sopra.
Cubro-o lentamente com meu corpo de pétalas,
rosa macia, de perfume inefável

penetrando seus pulmões, aninhando-se,
dormindo com ele.
Poeta e flor são um só, agora, sonhando-se.

Quando o dia amanhecer, eles acordarão,
e as pétalas se lançarão ao chão
qual tapete feliz de primavera

Desejosas de sentir o calor de seus pés 

suplicaráo para que as pise...
E ele, amoroso e gentil, flutuará sobre elas.

E a poesia virá.





Carmen Regina
Imagem Poeta Rumi
 fonte google 




***

9 comentários:

Iara disse...

que lindo amiga, a poesia virá, ela sempre vem, basta o poeta esperar que ela chegará.

gildaelisa disse...

LINDO CARMEM ! COMO VC!!!

Anônimo disse...

ENTREI NO TT,E VI SUA PG E SEU BLOG,LINDAS POESIAS.aCHO,OU MELHOR,TENHO CERTEZA,QUE VC É MAIS POETIZA DO QUE JARDINEIRA RSRSR.BOA BASCOA

Sônia C. Prazeres disse...

Querida amiga, sua poesia sempre me cobre de esperanças. Linda! A poesia volta sempre, né? Linda páscoa para você e todos os que ama.

Jorge de Siqueira disse...

Bela poesia. Gostei tanto que a postei no meu blog para que meus poucos leitores também te apreciem. Maravilha!!!

Lu disse...

Eu gosto do poema, mas não consegui encontrar o ritmo dele. Deve ser a hora do dia, voltarei para ler mais tarde. A essa hora o canto dos pássaros se multiplicam e com tanto efeito sonoro há de haver um pouco de silêncio. Talvez o meu lado poético esteja adormecido. Não sei...
bacio

semeandoavivamento disse...

Linda poesia parabens! muito inspirada, a poesia é o sentimento da alma em conexão com o espirito. Você é linda não so por fora mais também por dentro continue sempre assim.

ManivelasdaMente disse...

A poesia «virá»? Engano, ela já chegou: está aqui, bem presente!

Víctor Manuel Guzmán disse...

Solo a través de los poemas llegamos al encanto de la creación y la sensibilidad de cada poeta.
Hermoso poema felicitaciones por su publicación
Víctor Manuel
Quito - Ecuador