sexta-feira, 10 de julho de 2009

Ver...

Ver


Abro-me.
E sou milhões
de peitos abertos,
legiões de corações
palpitando.
Observo...
Milhões de olhos
se abrem
dentro e fora
de mim,
Beleza e Poesia
passeiam
de mãos dadas
com a alma.
As pupilas, jardineiras,
semeiam Amor
no espaço
entre os abraços.
Jamais vi Ternura assim.
O poeta está maravilhado.
O Poema germina
na pauta branca
do infinito.


carmen

2 comentários:

Sergio Bittencourt disse...

Quando vc verbaliza:
"Beleza e Poesia
passeiam
de mãos dadas
com a alma."

Sergio Bittencourt disse...

Gemendo nos cravos da madrugada
Vai o poeta cantando a noite inteira
Um coral de rosas é quase nada
diante da dor, do tanto que a pele cheira
subindo nas gotas da noite
ruminando dos goles do dia
As portas se abrem em sussurro
Adentra a poesia e a alegria"

E

"O poeta está maravilhado.
O Poema germina
na pauta branca
do infinito."