segunda-feira, 2 de março de 2009

rosa...

Flor


Rabisco teu nome num papel qualquer
e o abismo dos meus versos explode
em aromas sutis...


Suplico por algumas gotas do teu perfume
a alma das flores se levanta
e vem dançar na ponta do meu nariz...




carmen

Um comentário:

Jaqueline disse...

"o abismo dos meus versos explode
em aromas sutis.."

incandescente.
adorei o blog carmen, sempre que puder, escrevo-te. :)