terça-feira, 10 de junho de 2008

pintando o dia...

imagem: by Prince - site Devian Art

Por do sol.
Braços em êxtase ao sabor do vento...
Anoitecer.
Daqui já se pode ver:
Há um estopim aceso sabe-se lá aonde.
Bichos correm ladeira acima,
Pássaros voam em debandada
[as penas se soltam das a
sas e fazem cócegas
no ventre da terra]
Partículas telúricas revelam sensações corporais.
O éter canta na madrugada.
Os grilos não páram de falar...
A ponta do lápis segue em
queda livre vertical,
despenhadeiro abaixo.
Aos dedos é dada a honra da travessia das colinas gêmeas,
[O lápis se quebraria na primeira curva - são duas,
circulares].

As pequeninas árvores nos altos cumes esperam
pelos pássaros do fim de tarde.
Aqui já se sente a poesia.

Ao nascer do sol,
braços em êxtase, ao sabor do dia...


carmen




2 comentários:

Iℓѕσn яσgéяισ disse...

E neste teu fim de tarde me encontro sentado a soleira da porta do meu rancho, cuia na mão sorvendo o doce amargo...

samukalong disse...

Me senti vendo o por-do-sol mais lindo que já vi *o*